sábado, 1 de junho de 2019

A verdade dela gritava à noite.

À noite sempre doía mais.
Talvez porque no apagar das luzes, os sentimentos acendiam.
Já há algum tempo que ela passava as noites inteiras dormindo. (é que pra ela isso não foi comum por um tempo)
E na lucidez da noite, assumia que preferia quando passava as noites em claro.

Nenhuma ligação no fim de noite pra falar de assuntos aleatórios, pra ouvir alguém que ela podia aprender, que podia falar dos mais diversos assuntos e profundidades. E que podia, inclusive, não falar nada, apenas olhá-lo. Isso era suficiente.
É, parece suficiência de quem ama. Talvez seja. ["Talvez?!"]
Nenhuma história mais.
Nada de ficar calada olhando a tela do notebook. Não tinha mais a imagem dele quase dormindo, relaxado, vulnerável. Essa era a melhor hora, quando as defesas caíam.
O notebook ficou vazio, perdeu a graça.
O celular perdeu a função de comunicar, virou passatempo para não pensar, pra vontade não pesar.

Por mais que tentasse, seus olhos a denunciava. Sim, ela o procurava. Entre as memórias, em pessoas...
Tinha dia que a falta a enchia e ela ficava completamente cheia do que poderia ter sido, do que poderia ser...
Em silêncio, ela chorava. Ninguém via. Ninguém sabia. 
Afinal, ela é tão forte. Mas não tinha a ver com força, tinha a ver com ser de verdade. E essa era sua maior força.
Nada podia ser dito. Iriam julgá-la. Uma vírgula que fosse, diriam qualquer coisa sem sentido, sem senti-la.
Ninguém a entenderia. Nem mesmo ele.
Ele tinha um significado inusitado pra ela. Ele simplesmente significava.
E assim ela o amava em segredo.
Parecia não ter motivos, mas ela o amava. Demorou pra admitir isso pra si, mas ela o amava. E mesmo em meio a tantos acontecimentos, ela o admirava. 
Admirava sua busca pela melhora, sua busca por conhecimento, por mudança. Mas sabemos, algumas mudanças são lentas para que o fruto se manifeste. Ela até aguardaria pacientemente ao lado dele, desde que ele estivesse ao lado dela de verdade.

Nos últimos dias, ela anda mais cansada.
Era pesado demais guardar um sentimento tão grande em segredo.
Não poder expressar-se para ele era tão desgastante!
Então, nesses dias, onde estava mais cansada, ela dormia abraçada à memória, às boas lembranças.
Ela quase o sentia abraçando-a antes de dormir. Perto. Bem perto.
Talvez ativar a memória não fosse a solução mais saudável, mas era a que ela conseguia no momento.
E com a respiração ofegante e lágrimas nos olhos, ela dormia. Desejando que o outro dia se apressasse e isso tudo passasse.


quinta-feira, 30 de maio de 2019

Tem ponte que é só um prelúdio.

Às vezes a gente vê uma ponte e acha que ela nos levará para o outro lado. Mas, de repente, vemos que está quebrada ou “falta um pedaço”. 
Mas não é isso. Não é uma pegadinha de Deus. Ela é só um prelúdio, um anúncio, é só pra direcionar. O restante do caminho temos que andar sobre as águas. Entende?! Prosseguir apesar das circunstâncias. Sem ponte pra pisar, apenas águas. 
Mas fique tranquilo, o Espírito de Deus se move sobre a face das águas. 
Quando nosso caminhar está firmado numa Palavra que ELE deu, haverá sustentação. 
Eu sei, assusta. Às vezes parece que não vamos conseguir. Até porque nesse caminhar de Fé, além de muitas vezes ir contra a razão (o natural), sempre há pessoas que irão te observar atentamente, te acharão insana, duvidarão da VOZ do Pai que lhe conduziu. Isso tudo faz o percurso ser dolorido. E está tudo bem. Dói mesmo. Assim como está tudo bem com os outros não acreditarem. Cada um vive uma realidade diferente, uma intimidade com Deus diferente. 
Claro, a gente quer que as pessoas entrem na mesma fé. Mas a direção que Deus dá, muitas vezes, é individual. Então, não exija que o outro que não ouviu a voz de Deus, creia. Porque a fé vem pelo ouvir. E Deus falou com você, não com o outro! E se Deus tentou falar com outras pessoas e elas não ouviram, prossiga assim mesmo. 
Noé não parou de construir a arca porque alguém duvidou. 
José, mesmo preso, não duvidou do que Deus lhe havia dito. 
Isabel gerou João e a incredulidade de Zacarias não impediu o cumprimento da palavra. Às vezes, Deus cala quem não crê até que... 
Apenas continue crendo. Você chegará do outro lado. Já está chegando aliás ... Olhe pra trás! Você já não está no mesmo lugar. Acalme-se. Há destinos que são mais distantes. Gasta-se mais tempo. 

"Olhando firmemente para o Autor e Consumador de nossa fé: Jesus".

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Tudo é sagrado.

"Para um homem que vive para Deus, nada é secular, tudo é sagrado"_ C.H.Spurgeon.

Não existe diferença.
A gente não muda nossa identidade de acordo com a ocasião. 
 O “ser de Deus” não é porque leva um nome “cristão”, ou porque falamos Dele. É porque falamos e andamos COM Ele. É DNA, e não “roupagem”. 
Falar de Jesus é natural quando se anda com Ele. E é diferente quando alguém que tem intimidade fala. Não é assim com amigos? Quando você fala de um amigo é diferente de quando alguém distante fala. O conhecimento é mais superficial. Mas a intimidade do Senhor está para aqueles que o temem. 
Busque-O. Aprofunde as raízes. 
Ser filho de Deus é expressado com fluidez e não com imposição. Até porque a Verdade liberta e não “aprisiona” como a religiosidade faz. Mas já deixo claro que a liberdade é ofensiva para uma população escrava. Mesmo assim, prossiga! “Não se submeta novamente a jugo de escravidão”. 
Lembrando que liberdade não tem nada a ver com pecado. Isso são os filhos imaturos que pensam. 
Mas sejamos maduros para reinarmos e manifestarmos o Reino, sem essa de dividir secular e “de igreja”. “O filho imaturo de nada se difere do escravo”. Não basta ser filho ! Temos que ser maduros ! 
“Se vivemos no Espírito , andemos também no Espírito“!🙏🏼

sábado, 25 de maio de 2019

A natureza que me desperta.

A Natureza tem o poder de nos PARAR.🍃❤️ 
Aprecie sem moderação. 
A criação remete ao Criador. 
A riqueza da dinâmica da natureza, suas variações de cores, proporções, tempo... Assim como nós, tão singulares mas completamente pertencentes ao todo, ao coletivo. Tão únicos mas só vivemos nossa plenitude na soma. 
Nossa identidade está indiscutivelmente ligada a Identidade de nosso Pai; portanto, qualquer coisa que esteja fora do DNA Dele e se encontra em nós, isso tem que ser “podado”, é uma distorção. DNA não se muda. 
Que possamos entender a grandeza e realeza de nossa identidade, formada Nele. 
Que possamos ser aquilo que fomos criados pra ser! E aí que está nossa maior satisfação. 
É como uma águia que voa! Ela foi criada pra isso. Qualquer coisa fora disso “amputa” seu propósito. 
Voe!

sábado, 18 de maio de 2019

Seu jardim.

Somos como um jardim. Dia após dia o cenário vai se modificando aqui dentro. 
A grama cresce, as árvores crescem e cada uma, no seu devido tempo, dá seu fruto. 
Algumas árvores dão flores, enfeitam, encantam os olhos dos passantes mas não tem forças suficientes para aguentar as demais estações. Outras demoram a dar frutos. Às vezes por sua espécie mesmo, não é chegado o tempo. Outras porque estão fracas. Aí é preciso cuidar da terra, observar as raízes. 
Algumas áreas em nossas vidas são floridas, outras não. 
É preciso paciência para cultivar e esperar. É preciso cuidado para arrancar as pragas (aqueles comportamentos e escolhas nossas que destroem a harmonia do "jardim"). 
E arrancar essas pragas, às vezes, dá um trabalhão! Porque nos acostumamos e acabamos encontrando beleza até nelas; sendo assim, é desconfortável arrancá-las. Justificamos sua existência. 

Tem gente que deixa o jardim de forma "natural": sem podas, sem cuidados. Chamam isso de liberdade ou "aceitar a natureza". 
Mas pra mim, não existe nada mais natural do que apurar o ouro existente em nós, podar as plantas para que cresçam mais fortes, mais saudáveis. 
Os cuidados são necessários para que as virtudes sejam valorizadas e ganhem destaque. 

Uma hora esse crescimento, essa mudança no jardim alcança uma amplitude tão grande que passa a ser impossível escondê-la. A nova fase quer gritar, anunciar a nova estação! As flores já não se escondem mais. 
E quando essa mudança interna toca tantas "plantas" dentro de nós ao mesmo tempo, há uma mudança na aparência e até mesmo na geografia daquele "lugar" (nós- no caso, eu). A gente quer externar os progressos internos. 


Obs: sim, há pessoas que mudam externamente constantemente em busca de uma mudança interna. Confundem a ordem dos processos. Mas geralmente as mudanças acontecem quando nosso coração pede por transformação ou quando algo já mudou.

terça-feira, 14 de maio de 2019

Conversa secreta.

Há dias que Clara estava exausta. Ter que ser tão rígida, ter atitudes tidas por ela como "duras" a desgastava. Não poder ser doce, não poder ser ela mesma estava exaurindo suas forças.
Mas era necessário. É o que diziam. 
E se a maioria diz que ela precisava dessa mudança, então ela decidiu mudar.
Mas só ela sabia quão dolorido era agir daquela forma, falar sem doçura...
Pra a maioria era um comportamento normal de "adultos", mas Clara tinha suas dúvidas se isso era amadurecer ou endurecer. 
E quando não aguentava mais engolir tanta sequidão, ela se derramava em lágrimas no seu lugar secreto. Eram horas de choro. Às vezes dias.  
Imaginar que ela poderia estar ferindo alguém a machucava. Mas ela não estava! É o que diziam...
Estava agindo como todos agem. 
E no lugar secreto ela perguntava pra Deus, seu grande amigo: 
 - Será que isso é amadurecer? Será que essa é a dor pra crescer? Estou certa ou estou errada?"
E Deus lhe disse:
 -Ah, Clara, você é tão clara! Essa dureza que você quer aparentar, às vezes, não ultrapassa nem a primeira camada! Ok. Seja firme, se posicione como você sempre fez. Seja decidida como sempre foi. Mas não exija de você uma dureza que não te pertence! Isso está te roubando...Simplesmente porque você não é assim, não é sua identidade. Permita-se ser você, até mesmo com aqueles que parecem roubar seu coração. Não seja dura com quem te assalta as emoções. Que culpa ele tem? Volte a ser aquela vulnerável que você sempre foi...  Não é feio sentir, não é feio amar, mesmo aqueles que aparentemente não merecem. Você sempre se pareceu comigo, te ensinei isso desde muito nova, isso de amar sem merecimento... Apenas seja você com sua essência limpa, sem distorções. E me deixe continuar reinando em seu coração. Apenas lembre-se que as boas emoções, sentimentos que coloco em você não podem ser maiores do que você. E fique tranquila, minha filha, eu conheço seu coração. Continue no caminho do amadurecimento, sabendo que crescer não endurece seu coração, pelo contrário, o alarga. 
- Mas estou certa ou errada?
- Essa não é a questão do momento. Não é sobre estar certa ou errada. É sobre ser você como te criei... E na sua identidade crescer sempre. Entende? É sobre SER e não sobre ESTAR... "

domingo, 12 de maio de 2019

Olhe para o futuro com esperança!

Todo mundo sabe que gosto de ler tanto como gosto de escrever. 
Acho rico, riquíssimo o que se pode encontrar dentro de um livro. 
[Claro, há livros que seriam mais interessantes se fossem só folhas em brancos. Mas meu foco não são esses livros.] 
Mas já parou pra pensar como o livro resume nossa existência?
Deus deixou A BÍBLIA pra nós. Nossa história também está ali! 
Nosso nome está escrito no Livro da Vida (os que crêem em Cristo). 
Nossa vida pode ser escrita a cada segundo. Cada escolha nossa é uma página nova. E, às vezes, é preciso virar a página para que a história (a sua, a minha) continue sendo contada. 
Não se arranca páginas de um livro porque as páginas estão interligadas, fazem parte do percurso, mesmo que tenha sido uma história triste, mesmo que tenha te causado dor. 
Apenas vire a folha. E comece um novo parágrafo. 
Eu sei, dói, a gente se apega, muitas vezes, à algumas páginas, capítulos dentro da História. Mas acredite de alguma forma Deus vai usar aquele sua página ruim em seu favor, porque está escrito NO LIVRO DELE (que é incontestável) que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam". 
Use aquela página como testemunho, como mola pra te impulsionar, são cicatrizes de uma batalha vencida! Sim, você venceu! Afinal, continua aqui escrevendo seus dias. 
Não é "jargão", mas as batalhas que enfrentamos nos treinam, fortalecem nossos músculos (espirituais e emocionais). 
Mas pra isso é preciso lutar! Se você desistir ou se apegar àquele momento, sua vida pode estacionar. 
Encare aquela "escrita torta" que teve em seu livro e, se possível, olhe com AMOR. Afinal, apesar de tudo, faz parte da SUA HISTÓRIA. 
Coloque Deus como seu "co-Autor". Na verdade, ELE já escreveu a seu respeito. Busque saber o que ELE escreveu e apenas "assine embaixo". Porque a Vontade Dele é BOA, PERFEITA E AGRADÁVEL. 
Ame a sua história a ponto de olhar pra trás com paz, o agora com leveza e o futuro com UMA CERTEZA: "Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam". 

domingo, 5 de maio de 2019

PAZ.

Por fora a agitação só aumentava. 
Por dentro, calmaria. 
E no meio daquele barulho todo, com a vida social movimentada, por dentro eu me calava. 
Não por esforço, e sim, por descanso. 
Ando tão reclusa aqui dentro de mim. Tudo tão silencioso. 
PAZ. 
Esse é o estado em quem me encontro. Aquela "paz que excede todo entendimento", que vai além do que vemos ou percebemos em nossa alma. 
Aquela paz que nasce do espírito, por ouvir a voz de Deus, mesmo sem entendê-la em alguns momentos. 
Porque é assim mesmo. Às vezes a gente ouve a voz de Deus mas por não entendermos não a aceitamos. E por não aceitarmos, começa um pequeno dilema dentro de nós. Porque achamos erroneamente que a voz de Deus tem que estar de acordo com o que "pensamos", de acordo com o que "projetamos". E, muitas vezes, não está (aparentemente). 
Queremos decifrar o quadro todo sendo que só estamos enxergando uma pincelada ou outra. 
É preciso se afastar, olhar de outro ângulo. E se afastar de dentro. Buscar enxergar alinhado com o que Deus disse (diz). 
Se ficarmos com os olhos lá na frente (no destino), perdemos as direções do agora. Nos afobamos. Ficamos ansiosos, agitados. Corremos o risco de fabricar coisas (inclusive, sentimentos). Corremos o risco de querermos "ajudar Deus" (como se ELE precisasse!). 
Me entenda. O alvo continua lá fixo, mas há um caminho. E mais, há um caminhar (um jeito de caminhar: andando, correndo, pelo mar, por terra...são tantas opções!). 
Cada detalhe é importante. 
Há momentos em que é preciso a calmaria por dentro, o silêncio. Falar já não resolve. Nem pra si, nem para os outros. 
Há momentos em que só precisamos ouvir. 
Só não. Ouvir, aceitar e obedecer. Mesmo sem entender. Obedecer a voz do Espírito Santo dentro de nós simplesmente porque confiamos mais Nele do que em qualquer outra coisa, qualquer outro tipo de "paz" disfarçada. 
Sim, paz disfarçada. Porque tem paz que vem da alma, vem do conforto de estarmos no controle, entre outras coisas... 
Mas como bem disse Bill Johnson: "Você só pode ter paz que excede todo entendimento, se abrir mão do direito de entender." 

Pra nós. 
Por nós. 
Com Amor...

terça-feira, 30 de abril de 2019

Tem sonhos que nos despertam.

Acordada, os sonhos eram bons.
À noite, parecia que eu estava na fresta da porta e sempre algo se revelava.
Durante o dia, eu sonhava, imaginava, projetava, idealizava.
Enquanto dormia, a realidade batia à porta. Mas não a realidade presente e sim a que se apresentaria dias depois.
Deus sempre falou comigo nos sonhos. 
Tive alguns bons sonhos noturnos a respeito do meus sonhos diurnos (acordada). Mas esses eram uma proposta do Criador. Dependiam de nosso discernimento, fé e aceitação.
Já os noturnos que eram previsão, eram um aviso ao meu coração: "Calma, minha filha, estou com você. Se prepare, isso pode te ferir...".
De uma forma ou de outra, os sonhos acabam sendo manifestações de AMOR. Seja o de Deus por mim ou o meu por pessoas. 

Poderia ser diferente? Poderia. Os sonhos acordada e os bons da noite poderiam se tornar realidade? Sim, claro! Mas alguns sonhos para serem reais, precisam ser sonhados junto com a outra parte. Precisa ser acreditado. 
O sonho acordada é feito de Fé, e quando se coloca razão demais, o sonho perde a força.
Ele não se mostra pra quem o menospreza. Nem os sonhos (ideais) nem os sonhos revelados.

E embora pra muitos possa parecer loucura, acredite, minha intimidade com Deus é mais real pra mim do que esse notebook que escrevo agora.
Há sonhos que nos despertam. Alguns por dentro, pra uma jornada cintilante. Outros pra fora, encarando a realidade, dispensando as projeções.
Mas, sempre, sempre, como falei acima, sempre são motivados pelo AMOR. Seja pra me guardar, seja pra me fazer voar!

E finalizo com essa frase de Eleanor Roosevelt: "o futuro pertence àqueles que acreditam na beleza de seus sonhos".
Acredite.
Você não acreditar não fará algo deixar de ser verdade. Ignorar algo não te libertará da cumplicidade. Sim, é uma escolha nossa. Mas não podemos contar mais com a defesa da ignorância, porque um dia nos contaram um sonho e nos explicaram. E aqui não falo mais da minha história, falo de histórias que se repetem...



segunda-feira, 29 de abril de 2019

Hoje quero falar de AMOR...

Hoje acordei querendo falar de amor...
Acordei me sentindo amada e aí a gente fica querendo transbordar.
De antemão já peço, que abandone as suposições. 
Não tente adivinhar, só quero falar da beleza de amar.
Não procure subtextos no meu texto criando pretexto para o que quer achar.
Deixe a imaginação comigo, a você só cabe entrar nessa viagem.

Quero falar de amor sem pudor, como antes eu fazia.
Sem fantasia.
Porque o amor é lindo nu.
A nudez do amor é que o faz ser tão transcendental.
Amor camuflado dentro da gente acaba morrendo por não o percebermos.
Amor abafado, uma hora grita alto e pode ser tarde.
E eu preciso falar dele assim, sem meios termos, sem justificativas.
Porque pra mim é isso que é: algo que não se justifica. 
Se escolhe, se acolhe.

Sabe, não é apenas escolher a melhor roupa para um jantar.
É ao falar, escolher o melhor tom de voz para expressar afeto.
Não é apenas a presença física que muitas vezes está ali mas totalmente fechada.
É a constância do olhar que mesmo quando está longe, cuida.
Não é ser quente entre quatro paredes, é ser caloroso em qualquer lugar.
É falar de coisas sérias, profundas e ao mesmo tempo poder falar de "nada".
É ficar feliz só de ouvir a voz...
É o sonhar junto DE VERDADE, mesmo que nos custe uma readaptação.
É ter a essência intacta, mas disposição para mudar o que for necessário para o crescimento de ambos.
É aceitar todas as estações. E entender que todas elas é que fazem da vida essa metamorfose constante, esse crescimento contínuo.
É aproveitar a sombra da árvore quando a folhagem está abundante, comer do fruto quando tiver fome; admirar as flores na primavera e jamais esquecer de regar a árvore no inverno ou na seca.
Regar na seca...isso é amar em sua completude pra mim. Passar pelas estações. Amar quando aparentemente não há o que se oferecer. Amar a essência do que o outro é.

Amar é se desarmar de pretextos, medos, equívocos...
Se desarmar e desarmar o outro. Porque esse amor que corre feito rio só acontece quando há liberdade. Caso contrário, vira o "mar morto": acúmulo de sal, todo "delimitado", só recebe, até refresca mas não gera vida.




sexta-feira, 19 de abril de 2019

"Bird Box" real.

Acredite, só fui assistir Bird Box hoje! 
 Geralmente deixo a poeira abaixar, espero pra ver os resultados, as consequências de algo para então ver. (cada um com suas maluquices) 

Que filme tenso, denso, real (falo da realidade espiritual). 
É impressionante como podemos encontrar várias lições nele! 
O sistema desse mundo está o tempo inteiro - e aqui não estou exagerando, é inteiro mesmo- querendo que a gente "enxergue", que a gente ouça a voz do príncipe desse mundo, alegando que será melhor para nós, que é necessário. 
Querem nos fazer acreditar que aquelas vozes são verdadeiras. 
Que vozes? Voz do medo, da mentira, dos padrões invertidos, ... Vozes que vão contra o que Deus nos diz. Vozes que falam que a solidão é boa. Entenda, não estou dizendo que ter seu tempo a sós é ruim, mas ter tempo a sós é diferente de "se isolar". 
A televisão, as universidades, as artes (muitas vezes muito mal usadas) querem nos empurrar para uma linha de pensamento que nos escraviza, mas fingindo ser liberdade. 
E de repente, se não vigiarmos, nos tornamos reféns do medo, e vivemos tensos, preocupados. 
O que fazer? 
Ora, como no filme, é necessário usar vendas nos olhos. Digo, fechar os olhos, treinar os ouvidos, fortalecer a mente para não sermos "presas tão fáceis". 
Eu falo isso constantemente, mas vou reforçar. 
Escolha aquilo que você assiste e ouve. "Ah, é arte, é notícia..." 
Pare. Pense. 
Somos aquilo que alimentamos. 
Você não é qualquer coisa. Você é filho(a) do Rei. Precisamos ter mentalidade do Reino. 
 Sua alma (emoções) toma a forma do que você a alimenta. E assim, guia sua mente (vontade) baseado naquilo que está sentindo. Mas sentimentos podem não ser reais. Entenda. Eles podem ser fruto de interpretações erradas nossas, podem ser fruto de mentiras que acreditamos. 
 Portanto, cuide de você. Podem te chamar de alienado, mas a verdade é que viver fora do padrão imposto é loucura para a maioria. 
Viver na Fé e por Fé (e não por vista, como no filme) é um desafio. Mas é o meio do justo viver. "O justo viverá por fé"
Se o que vemos não tem nos edificado, precisamos reavaliar o que temos visto. 
Alimente seu espírito. Você não é só corpo e alma. Você tem um espírito que anseia se conectar com Seu Pai (Deus).


Beijos 
Com Amor...
Por nós. Para nós.

terça-feira, 2 de abril de 2019

Daqui a pouco...

Às vezes tentam calar sua voz.
Entulhar sua doçura.
Parece que a poesia foi enterrada viva junto com a admiração que morreu.
Então você se sente sufocada por tantas palavras atravessadas na garganta, enquanto
outras tantas (palavras) cravam seu peito.
Nesse momento parece a morte da poesia dentro da gente.

Há uma necessidade de falar mas já não existem palavras.
Agora só letras soltas que parecem não fazer muito sentido, como todo o resto.
Expressar-se, expressar-nos é um direito adquirido, é uma liberdade conquistada às custas de muitas lutas internas e históricas.
Mas e agora, com a morte da poesia? Vira só prosa?
Tem hora que a vida é prosa, sim. Mas tem hora que é poesia! 
Ainda bem que a poesia é lúdica, habita num mundo paralelo e lá ela não morre, só adormece.
Daqui a pouco ela desperta novamente.
Daqui a pouco...

sexta-feira, 29 de março de 2019

"O Vento sopra aonde quer". OUVES A TUA VOZ????

Tantas coisas acontecem e, desatentos, não percebemos. 
O vento sopra e não o vemos. Desacreditar no vento então? Não! Ouvi-LO. 
"O vento sopra aonde quer, OUVES A TUA VOZ. Assim é todo aquele que é nascido de Deus". 

Sabe, muitas vezes, quando somos guiados pelo Vento (Deus) não temos algumas explicações, não temos respostas óbvias, temos apenas uma DIREÇÃO. 
Como compartilhar esse momentos num mundo tão ligado ao palpável, a números, a obviedades visíveis (falo "visíveis" porque o óbvio pra mim caminha no âmbito espiritual)? 
De repente, Deus dá uma direção que parece absurda ou inútil. Aí você pode se perguntar "pra quê, Deus? Por que esperar?" ou "esse caminho, certeza?". 
As dúvidas surgem quando firmamos nossos olhos na lógica terrena. Mas, querido(a), somos de outro Reino (reino dos Céus). 
Aos olhos dos discípulos, não teria motivo pra Jesus passar por Samaria (Jo 4). Mas JESUS, completamente conectado com seu Pai (Deus), sabia que aquele caminho era necessário e lá foi ele. 
Deus nos dá direções e esperamos que isso tenha uma consequência diretamente em nós ou para nós, mas, muitas vezes não tem a ver com você ou comigo, tem a ver com o outro. É para que a gente sirva o outro, alimente alguém, mude o destino de alguém. 
Outras vezes é simplesmente para que se "cumpra a profecia", para cumprir o caminho profético que nos foi desenhado. 
Cada um tem seu caminho profético e quando submetemos nossa vontade à Vontade do Rei, seguimos esse caminho profético. E nessa nossa submissão, Deus é honrado. 
Por isso, atente-se, se Deus te deu uma direção e você não entendeu, aguarde. Lá na frente vai fazer sentido mesmo que pareça não ter alterado sua vida ou pareça ter te prejudicado. 
E se Deus alterou uma rota para abençoar alguém, sinta-se extremamente honrado por tal missão. 
"Melhor é dar do que receber". Até porque só dá quem tem, e só tem quem recebeu do Alto. Porque "toda boa dádiva vem do Alto, do Pai das luzes".

E lembre-se, pode não ser sobre você, pode não ser sobre mim, mas tenha certeza, tudo é sobre ELE.

"Quem só vê o que falta, na falta fica"_L.Gasparetto.

Como estamos lidando com a vida? 
Enxergamos apenas o que falta nas pessoas, na igreja, no trabalho, no mundo? 
Se enxergarmos apenas o que falta, pesamos o outro; acabamos colocando um fardo sobre o outro por não se encaixar em nossas exigências. E pior, o outro se torna insuficiente, e nós corremos o risco de nos tornarmos arrogantes e sem percebermos. 
Se só vemos o que falta na igreja, deixamos de receber, e até de perceber a Presença de Deus. 
Se enxergarmos apenas o que falta no trabalho, entramos num ciclo sem fim onde não existe um “concluir” de etapas, e assim, adiamos a nova etapa. 
Às vezes a “falta” é só uma questão de ponto de vista. 
Para os fariseus “faltava” luxo e “sagrado” no contexto do nascimento de Jesus. 
Para os espias da Terra Prometida faltava “facilidades”, afinal, na cabeça deles “se Deus direcionou, não deveria haver gigantes na Terra Prometida”. 
Não estou reforçando um pensamento de conformismo. Não é isso. É apenas para termos o coração grato e enxergarmos além do óbvio. 
Onde há a “falta”, onde se foge do padrão, pode abundar milagres. 
Onde há vale de ossos secos, pode haver um exército. 
Onde há um mar na nossa frente -como com Moisés- pode haver A Saída. 
Deus opera nos diversos cenários, inclusive na falta. 
Redirecionemos o olhar. 
Foquemos no que temos. 
Foquemos nas virtudes dos outros e não nas “faltas”. 
Foquemos Naquele que é Perfeito. Só Ele é suficiente. Assim cobriremos melhor as “faltas” que percebemos. Sim, percebemos as “faltas”, elas apenas não devem direcionar nossas escolhas. . . . 

Pra mim. Pra você. Por nós.

Sejamos portadores de BOAS NOVAS!

Sejamos portadores de BOAS NOVAS! 
Cada um de nós é um mensageiro. 
Que tipo de mensagem você tem disseminado? 
Que tipo de sentimento você tem despertado? 
Você promove coisas boas ou ajuda o mundo a se tornar mais pesado? 
Não consertamos o mundo emponderando “defeitos” ou coisas que não concordamos. 
Não melhoramos o mundo apontando os sintomas de uma enfermidade. Transformamos o mundo tornando-o mais leve, exaltando virtudes, sendo cura, apontando pra Luz e não para as trevas. 
A revolta com más notícias nunca nos fará transforma-las em boas. Mas, sim, nosso posicionamento em fazermos diferente, em sermos diferentes. 
Não coloque em foco aquilo que nos fere, aquilo que fere nossa humanidade.
Foquemos naquilo que é cura, naquilo que é Bom, naquilo que é Luz. 
Foquemos em Cristo.

Pare para ouvir os que te amam.

Todo conhecimento do mundo não nos torna sábios. 
Toda lei do mundo não nos torna justos. 
Que Deus nos livre de sermos como os fariseus da Bíblia, que aos seus próprios olhos eram bons, justos mas endureciam o coração ao ouvir a Verdade de Deus que, muitas vezes, confrontava suas realidades, suas motivações. 
A Palavra de Deus diz que nossos atos de justiça são como trapos de imundície. Ou seja, diante Dele não valem nada. 
Isso não significa que não devemos ter boas ações, sermos justos e tal. Isso apenas quer dizer que nossas boas ações não são a CAUSA de sermos justos, são CONSEQUÊNCIA por sermos JUSTIFICADOS por Cristo. Por entrarmos na identidade de Cristo, nossas ações vão se alinhando a ELE. 
Deus busca verdade, sinceridade de coração perante ELE e perante os outros. 
Muitas vezes achamos que estamos sendo honestos, nos enganamos pois "o deus desse século nos cegou o entendimento". 
Precisamos ter amigos onde somos DE VERDADE, onde não deixamos nenhuma gaveta trancada. Pois são essas gavetas trancadas (que tanto ignoramos a existência) que nos rouba bênçãos, percepções, crescimento... 
Muitas vezes, o que é imperceptível para nós, é gritante ao nosso amigo. Por isso, é importante ouvirmos alguns amigos, saber o que eles têm a dizer. Ouvir aqueles que andam com a gente e conhecem nossas fraquezas. Eles podem não estar certos, mas se há um número considerável de pessoas que enxergam algo em nós, é bom pararmos para refletir. 
Jesus perguntou aos discípulos : "e vocês, quem pensam que sou?", e Pedro respondeu: "Tu és o CRISTO, o filho do Deus vivo." 
Ele não queria saber o que a multidão pensava, ELE queria saber como seus íntimos o enxergavam. 
Não estou dizendo que nossa identidade é firmada pelo outro, pelo o que o outro pensa ou vê. Estou dizendo que é sábio não nos isolarmos em nós mesmos e que o crescimento vem do relacionamento verdadeiro, sem máscaras, sem medos. E pra isso é preciso humildade e certeza do amor dos outros por nós. 
Não ouça qualquer pessoa, mas estejamos atentos aos mínimos sinais que damos e/ou recebemos. 
A Palavra diz: "Aquele que se isola busca satisfazer seu próprio interesse; ele se insurge contra toda sabedoria. O tolo não tem prazer no entendimento, mas sim em expor os seus pensamentos." _Provérbios 18:1, 2 

Às vezes temos áreas resolvidas em nós que são admiráveis, e que bom por isso! Mas Deus quer nos restaurar por inteiro, ELE nos quer PLENOS! 
Quando a verdade vem, não é para nos expor, é pra nos libertar, é pra nos fazer voar mais alto! 

Beijos 
Com Amor... 
Pra nós. Por nós.


https://www.facebook.com/re.marra/videos/2054601684577416/?fref=nf&__tn__=%2Cdm-R-R&eid=ARDfrWZrgn2N9sXqSHfJqt4ZHuLjtz_Ca95KXt-IOWem6PgwjxNquVqKtx53mhh-tJG6fHXmVj2AlOh5

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Sua casa em mim.

Não sei se por instinto de sobrevivência ou por pura poesia, minha imaginação criou uma casa para que você possa habitar.
E nos dias que não te vejo, não falo com você como eu gostaria, recorro à sua casa aqui dentro pra aliviar a saudade.
E lá te vejo, te ouço e quase te sinto.
Confesso que o "quase sentir" me causa uma mistura de sentimentos. Acalma e ao mesmo tempo desperta.
Quando acalma, penso que ter uma casa sua dentro de mim foi uma atitude de meu instinto de sobrevivência. 
Não que eu dependa disso para viver, mas com você habitando aqui dentro, a vida fica mais gostosa, mais convidativa...
Mas quando esse "quase sentir" me desperta... Vira poesia. E quando a poesia escancara a falta, às vezes, dói.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

Falando de Amor, do tão falado Amor.

Tanto tempo sem falar de amor, sem escrever romances que parece um crime contá-los.
Quase me sinto acusada por expor algo tão forte assim!
Tanto tempo sem falar de emoções por aqui que parece complicado demais expressá-las.
Fico tentando achar o início, mas não acho.  
Onde começou? Quando esse sentimento entrou que só percebi agora?
De repente a chave muda. De repente nosso coração se abre e nosso olhar desperta.
As diferenças continuam ali, os "defeitos" são visíveis, mas não são determinantes.
E a gente passa a enxergar o outro com mais misericórdia, com mais graça...

Um dia sem um contato que seja é calculado nos segundos, então 1 dia se torna 86.400 segundos de ausência!!!!
E a ausência do outro passa a doer. E o amor começa a querer escorrer pelo rosto.
Não é lágrima de tristeza, é de transbordar...
A falta do outro parece gritar e as horas parecem ter pesos multiplicados. Enquanto que a presença....
Ah, a presença do amado... A presença sussurra, acalma, para o tempo. 
E o silêncio não constrange, pelo contrário, é totalmente preenchido pelos sentimentos.

É ilógico, quebra padrões que estabelecemos. 
[não estou falando de passar por cima do amor próprio, estou falando de rever nossas filosofias humanas, reajustar para que o outro se encaixe].
E justamente por isso, nos assusta! E, de vez em quando, por causa do "medo do desconhecido,  lutamos a todo custo para pegar as rédeas das emoções de volta. Só que amor não anda com rédeas.
E guiados pelo "receio de perder o controle", racionalizamos tentando secar a fonte do amor.

Mas Amor, AMOR mesmo, ahhhh....ele flui como as águas, e vai contornando os obstáculos.
Porque "O amor é PACIENTE, o amor é BONDOSO. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, NÃO PROCURA SEUS PRÓPRIOS INTERESSES, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo CRÊ, tudo ESPERA, TUDO suporta."

Que a gente não perca a vida enquanto vivemos!

O ano mal começou e tanta coisa aconteceu no Brasil! Tantas tragédias... 
Bom, na verdade, o número de mortes no Brasil sempre foi assustador (seja por acidente, violência, e/ou negligência do Governo). Mas a essas, nos "acostumamos", infelizmente. 
O ser humano tem a incrível capacidade de se adaptar e acomodar com as situações mais absurdas. 
Isso é bom, mas também nos torna passivos. 

Que perda tivemos em Brumadinho (MG)! 
Que perda tivemos no CT do Flamengo! 
Que perda tivemos hoje com a fatalidade ocorrida com o Boechat. 
Não é que a morte dele tenha nos tocado mais! É que ele era voz de muitos, ele era "coletivo", entende?! E quando um "coletivo" se vai, abre um espaço enorme entre nós. 

Mas eu costumo tentar aprender com tudo na vida. Acredito que sempre tem um ângulo em que podemos olhar e amenizar a dor e/ou agregar algo. 
"Mas a morte agregar?" Eu sei, parece estranho. Afinal, ela arranca de nós o que temos de mais precioso: a vida. 
De repente, um último suspiro. De repente, não tem mais "amanhã", não tem mais "até logo", "semana que vem eu falo", "mais tarde ligo", "depois peço desculpas", "o dinheiro é mais importante"... 
E é isso que me confronta! 
Meu autor preferido, C.S.Lewis, disse: "tudo que não é eterno, é eternamente inútil". 
E deixa eu te falar... Mesmo que a morte chegue, a vida não acaba. Você e eu somos eternos, e a eternidade já começou. Estamos inseridos nela. 
E como temos vivido essa eternidade? O que temos semeado nela? 
Vamos continuar com padrões humanistas, racionais e cheios de ego??? Ou vamos nos render aos padrões do Alto (do Céu)? 
Vamos continuar colocando "coisas" acima de pessoas? 
Vamos continuar categorizando pessoas por conquistas e não por essências? 
Vamos continuar medindo a vida de forma tão superficial e barata? 
Vamos continuar discutindo por "direita e esquerda"? Vamos continuar guerreando pra ver quem está com a razão? 
Vamos continuar regrando amor por medo do que possam pensar? 
Vamos continuar tão medianos assim? 
Vamos continuar achando que podemos nos salvar sem a Graça de Deus? 
Vamos continuar sonhando, sonhando, sonhando sem coragem de tirar o pé do chão pra voar? 
Vamos continuar perdendo momentos de alegria e amor porque alguém um dia nos feriu? 

Sim, tivemos perdas terríveis esse ano. Mas acredito que em nossa caminhada já perdemos muita vida que poderia ser vivida e não foi, porque não saímos de nossa zona de conforto. 
Lamento muito por cada tragédia ocorrida. Mas que a gente não perca ainda mais. 
Que a gente não perca a vida enquanto vivemos!


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Cuide de seus pensamentos.

"...tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco." _Filipenses 4:8,9 

Não sei vocês, mas de vez em quando há uma batalha em minha mente, e minha alma quer definir verdades baseada no que ela está sentindo. 
Às vezes, é uma batalha leve, outras nem tanto. Aí as armas têm que ser mais intensas. 
Porque tratando-se de alma (emoções), quanto mais pensamos, mais empoderada ela fica. E como eu penso muito, às vezes caio numa armadilha. Porque ao invés de o exercício de "pensar" me libertar, ele vai me aprisionando. É aquela história, nossa virtude em excesso vira fraqueza. 
O desequilíbrio das forças sempre vai nos pender para algum lado ao invés de nos manter de pé. 
Basta você pensar de forma bem lógica: se está caminhando carregando uma mala pesada de um lado só, seu corpo vai pender pra aquele lado e pra que isso não ocorra, vc faz força para o lado contrário. Enfim... 

A boa notícia é que Deus já deixou tudo para nós em Sua Palavra. No versículo acima, o apóstolo Paulo diz como devemos usar nossa mente em nosso favor. 
Se pensarmos em tudo que é bom, honesto, justo, puro, amável, de boa fama, com alguma virtude, louvor, E SE PRATICARMOS tudo que OUVIMOS, lemos e recebemos, aí o DEUS da PAZ será conosco. 
Entenda. Não é que ELE não estará se não seguirmos isso. É que a face de PAZ de Deus (que tem sua multiforme sabedoria) resplandece assim, se manifesta em nossos pensamentos. 
Se não cuidarmos dos pensamentos, a vida vira um tormento (mesmo que Deus esteja com a gente). Porque a parte do "domínio próprio" não é função Dele, é nossa. E é um fruto do Espírito, um fruto de um relacionamento com Deus, de um "regar" da árvore enraizada Nele. Entende?! 
Está tudo ligado. Deus não nos fez de forma aleatória. 
Como alimentamos nossa alma, reagimos. Se alimentamos com medo, reagimos com medo. 

Tá, e o que fazer quando mesmo sabendo de tudo isso a gente não consegue reagir? 
É, há batalhas mais pesadas mesmo. Aí precisamos pegar a Espada do Espírito (Ef 6), que é a Palavra de Deus, pois como está escrito: "ela é viva e eficaz,...capaz de separar juntas e medulas, alma e espírito". 
E é isso que precisa ser feito nos momentos de pensamentos densos: separar a alma do espírito, e declarar a Verdade de Palavra. 
Porque não são nossos pensamentos e emoções que nos definem, é a Palavra de Deus, é o que ELE diz. 
Portanto, cuidemos desse campo de batalha. 
Cuidemos de nossos pensamentos. 
 Busquemos alinhá-los com o que Deus diz a nosso respeito. 

"Assim diz o Senhor: Eu é que sei os pensamentos que tenho sobre vós, pensamentos de Paz e não de mal, para vos dar o fim que desejardes." 

Beijos 
Com Amor.... 

Pra nós. 
Por nós.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

A Cruz foge da lógica humana. Se sobrepõe aos nossos padrões.

A Cruz parece um paradoxo quando queremos entender o amor a partir de uma lógica humana, firmada na meritocracia.
O mundo espiritual tem outras leis. É "o amor que cobre multidão de pecados"
Mas isso não significa que o pecado pode ser abraçado por nós. Isso apenas revela que nosso pecado é menor que o Amor de Deus. 
Cada vez que erro (peco), consigo ver Jesus escrevendo no chão e ouço o barulho das pedras caindo (como na história bíblica entitulada "a mulher adúltera). 
Cada vez que vivo aquela realidade que Paulo fala, " o bem que eu quero fazer não faço "; vejo uma nova face da Graça de Deus. E Ele me dizendo : "nunca foi porque você é santa, certinha ou qualquer outra coisa. Sempre foi por causa do sangue de Jesus". 

Percebo cada vez mais que , quanto mais nos firmamos em nossa justiça própria, mais distante ficamos da Graça. Aí, cada erro vira condenação. 
Lembram da história do Fariseu e Publicano? Enquanto o fariseu "arrotava" aos 4 cantos sua "santidade", o publicano batia no peito pedindo misericórdia. E quem foi "aprovado" por Deus foi o Publicano. 
Repito. Não estou dizendo que a Graça nos apresenta um estilo de vida de pecado gratuito. Apenas reforço que a Graça vai muito além de nossos erros e acertos. 

Que possamos fazer de um erro, uma nova oportunidade de conhecer a Graça do Pai. 
O pecado quer nos gritar "vc é pecador". O Amor de Deus nos diz: "sim, vc é falho, e foi exatamente por isso que Jesus se sacrificou, pois ninguém pode salvar a si mesmo, por mais incríveis suas obras sejam". 

É interessante o quanto um erro nosso, um pecado cometido, revela um outro pecado : o orgulho de nossa santidade ou a justiça própria. 

Para nós. 
Por nós. 

Beijos 
 Com Amor... .

Olhe de novo.

A visão está ofuscada? 
Olhe de novo. 
A interpretação está duvidosa? 
Olhe de novo. 
O ângulo está desfavorável? 
Olhe de novo. 
Diante da vida, das circunstâncias e das pessoas, OLHE DE NOVO. Sempre. 
As pessoas estão em constante mutação, portanto, não se apegue ao olhar que passou. Ela (e) pode ter mudado. 
As circunstâncias parecem te engolir? Olhe-as de novo. Ou melhor, OLHE DE NOVO para Deus. 
Quando as circunstâncias parecem maiores que Deus é porque perdemos nosso foco, nosso olhar Nele. 
A vida está sem graça? Olhe-a de novo. Encare-a. Desafie-a. Enxergue-a. 
Sempre, olhe mais uma vez, até que sua visão esteja ajustada. Até que você enxergue o Céu em cada momento.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Que a Fé nos guie e que nossa alma seja restaurada!

Diante de mais uma triste notícia de suicídio entre lideranças religiosas ou até mesmo pessoas "espiritualizadas", resolvi refletir um pouco junto com vocês. Não é um assunto bom de se falar, mas é urgente que se fale. 

É estarrecedor o número de suicídio nos últimos tempos! E mais ainda, é triste, muito triste ver líderes religiosos tão "iluminados" se perderem de si. 
A origem dos problemas de cada um é singular, não sabemos o que se passa do lado de dentro. 
MAS, podemos refletir para tentar ajudar alguém ou NOS ajudar mesmo. 

Somos espírito (onde a fé reside, onde o relacionamento com Deus acontece), temos uma alma (emoções) e habitamos em um corpo. 
Ahhh nossa alma, nossas emoções... "Enganoso é o coração do homem". 
Nossa alma não pode ocupar a direção de nossas vidas, não podemos ser guiados por ela, mas também não podemos ignorá-la. Emoções precisam ser tratadas, curadas. 
A vida com Deus iniciada através de nosso espírito precisa tocar nossa alma. 
Fé não é ignorar as emoções, é superá-la. É ver acima, ver além; é não se firmar no que vemos ou sentimos. 
Uma alma doente (emoções não curadas) pode custar caro. 
Camufla-la não resolve. Esconder-se na intelectualidade ou religiosidade também não adianta. 
A alma é algo maravilhoso e nos proporciona coisas incríveis, mas não pode ser guia. 
Emoções oscilam. Nosso espírito edificado não. 
Espírito é firmado na eternidade, firmado Naquele que é imutável e perfeito. 

Então, tenhamos cuidado. 
Palavras incríveis, grandes revelações, ser instrumento de Deus não anula a necessidade de cuidarmos de nossas emoções, enfrenta-las. 
O relacionamento com Deus atua em todas as esferas, se assim permitirmos. 
Uma alma "doente" limita o agir de Deus em nós e através de nós. 

Jesus não ignorava suas emoções, ELE as submetia ao seu espírito. É diferente. 
Ele tinha seus momentos a sós com Deus, seus momentos de se retirar. Ele cuidava de si. 

Como disse Carl Jung, o pai da psicologia analítica: "quem olha pra dentro, desperta"

Então, edifique seu espírito através da oração, adoração, leitura da Palavra. Mas não pare por aí. 
Cuide de sua alma, conheça as origens, busque a raiz junto à luz de Amor da Palavra. 
Olhe pra dentro. Não para ficar ensimesmado, mas para desatar os nós. 
Olhe-se na presença de quem te criou. Olhe-se com olhar de amor. E prossiga... 
Que esse cuidado chegue ao seu corpo. 

Espírito edificado. Alma restaurada. Corpo saudável. 

Beijos 
Com Amor...

domingo, 27 de janeiro de 2019

Como você se vê?

Como você se vê? 
Não estou falando de como nos enxergamos quando estamos na "defensiva" ou como desejamos nos enxergar. 
Estou falando quando tudo se cala ao nosso redor, quando não há títulos, não há favores externos, não há justificativas. 
Quando está só Deus e você, como você se enxerga? 
"Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele". _Provérbios 23:7 

Sabe, na maioria das vezes, somos muito além do que imaginamos, mas de forma medíocre nos "desdenhamos", nos subestimamos. 
Não estou dizendo que temos que ser arrogantes ou nos acharmos superiores aos outros. Não é isso. 
Mas nossos pensamentos precisam estar alinhados com os de nosso Criador para executarmos com excelência nossa função, para sermos tudo que fomos criados para ser. 
"Eu é que sei os pensamentos que tenho vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais"._ Jeremias 29:11. 

Você não é uma combinação aleatória de características e que contam com a sorte. Não! Somos feitos à imagem e semelhança do Rei! Temos a majestade em nosso DNA. 
Deus tem os melhores pensamentos a nosso respeito. OS MELHORES!!! E para nos dar o fim que desejamos. 
 [Claro, o que desejamos dentro do melhor, dentro do que é BOM, saudável.] 

Mudemos a forma como nos enxergamos. 
Não estamos em desvantagem, não estamos abandonados, não somos vítimas de nada. 
Temos o Autor da Vida dentro de nós. Temos a capacidade de reescrever cada capítulo dolorido de nossa história e transformá-lo em escada para subirmos, avançarmos. 

Enxergue-se com mais amor, mais leveza, mais certeza. 
Enxergue-se com mais nitidez, mais coragem, mais realeza. 
Mudemos a mente até que alcance nosso coração. Porque é do nosso coração que procedem as fontes de vida, é como imaginamos nele que somos. 

Pra nós. 
Por nós. 

Beijos 
Com Amor...

sábado, 5 de janeiro de 2019

Quando o poder nos tira do propósito...

Ontem eu estava estudando a Bíblia e me deparei com a genealogia de Noé em Crônicas (confesso que genealogia eu quase passo direto, mas ontem Deus me parou). 
Um nome me chamou atenção porque assim como Jabez- que aliás também é citado no mesmo livro- o autor fez uma menção além do nome. 

"NINRODE, que começou a ser poderoso na terra". 
Aí fui pesquisar... 
O nome (do hebraico) signifca "ele se rebelou"
 O cara tido como "poderoso" foi alguém que se levantou contra Deus, como assim? 
Assim foi com Lúcifer, assim foi com Saul, assim foi com tantos outros. 
"Poderosos" mas completamente fora do propósito. 
Poderosos mas usando a força de forma errada. 
Inteligente mas com a inteligência canalizada em si. 
Como precisamos estar atentos à isso! 
O dom, a virtude usada de forma errada pode levar uma pessoa, uma nação à destruição. 

Segundo a história e o conceito judaico, provavelmente, foi sob o comando de NINRODE que se iniciou a construção de Babel e da sua torre. 
Lembram da TORRE DE BABEL? Queriam chegar a Deus, aos Céus através de si. 
Mas só há UM caminho: Cristo. 
Na verdade, se achavam "independentes" de Deus. 

Josefo, um historiador judaico-romano que viveu até o ano 100 d. C. disse: "Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era fazê-los continuamente dependentes do seu próprio poder.
E é isso que temos vivido cada vez mais! O excesso de informação nos faz erroneamente pensar que podemos nos firmar em nosso próprio conhecimento. E isso nos tira da dependência de Deus. 

Entenda. Deus não precisa que a gente dependa Dele. É a gente que precisa mesmo! 
ELE é nosso habitat, entende?! Tipo, peixe que precisa viver na água. Nós fomos criados pra vivermos Nele, e sem ELE tudo fica sem sentido. 
Viver um relacionamento com Deus não é colocá-lo em nosso favor. 
ELE é o centro. 
Jesus morreu e venceu a morte por amor a nós, mas ELE é o centro do evangelho. Não é você nem eu. 
Humanismo não cabe dentro de uma relação de AMOR com Deus. 

Cuidemos de nossa mente, de nosso coração. 
O símbolo do evangelho é uma cruz e não um espelho. 
Não queira enquadrar Cristo em um parâmetro humano que você ache conveniente. Ele é a Verdade. 

"Porque Dele, por ELE e para ELE são todas as coisas." 


Obs: vou seguir falando sobre ele nos próximos dias, porque há muita coisa pra se refletir sobre esse comportamento. 


Beijos 
Com Amor...