sábado, 1 de junho de 2019

A verdade dela gritava à noite.

À noite sempre doía mais.
Talvez porque no apagar das luzes, os sentimentos acendiam.
Já há algum tempo que ela passava as noites inteiras dormindo. (é que pra ela isso não foi comum por um tempo)
E na lucidez da noite, assumia que preferia quando passava as noites em claro.

Nenhuma ligação no fim de noite pra falar de assuntos aleatórios, pra ouvir alguém que ela podia aprender, que podia falar dos mais diversos assuntos e profundidades. E que podia, inclusive, não falar nada, apenas olhá-lo. Isso era suficiente.
É, parece suficiência de quem ama. Talvez seja. ["Talvez?!"]
Nenhuma história mais.
Nada de ficar calada olhando a tela do notebook. Não tinha mais a imagem dele quase dormindo, relaxado, vulnerável. Essa era a melhor hora, quando as defesas caíam.
O notebook ficou vazio, perdeu a graça.
O celular perdeu a função de comunicar, virou passatempo para não pensar, pra vontade não pesar.

Por mais que tentasse, seus olhos a denunciava. Sim, ela o procurava. Entre as memórias, em pessoas...
Tinha dia que a falta a enchia e ela ficava completamente cheia do que poderia ter sido, do que poderia ser...
Em silêncio, ela chorava. Ninguém via. Ninguém sabia. 
Afinal, ela é tão forte. Mas não tinha a ver com força, tinha a ver com ser de verdade. E essa era sua maior força.
Nada podia ser dito. Iriam julgá-la. Uma vírgula que fosse, diriam qualquer coisa sem sentido, sem senti-la.
Ninguém a entenderia. Nem mesmo ele.
Ele tinha um significado inusitado pra ela. Ele simplesmente significava.
E assim ela o amava em segredo.
Parecia não ter motivos, mas ela o amava. Demorou pra admitir isso pra si, mas ela o amava. E mesmo em meio a tantos acontecimentos, ela o admirava. 
Admirava sua busca pela melhora, sua busca por conhecimento, por mudança. Mas sabemos, algumas mudanças são lentas para que o fruto se manifeste. Ela até aguardaria pacientemente ao lado dele, desde que ele estivesse ao lado dela de verdade.

Nos últimos dias, ela anda mais cansada.
Era pesado demais guardar um sentimento tão grande em segredo.
Não poder expressar-se para ele era tão desgastante!
Então, nesses dias, onde estava mais cansada, ela dormia abraçada à memória, às boas lembranças.
Ela quase o sentia abraçando-a antes de dormir. Perto. Bem perto.
Talvez ativar a memória não fosse a solução mais saudável, mas era a que ela conseguia no momento.
E com a respiração ofegante e lágrimas nos olhos, ela dormia. Desejando que o outro dia se apressasse e isso tudo passasse.


quinta-feira, 30 de maio de 2019

Tem ponte que é só um prelúdio.

Às vezes a gente vê uma ponte e acha que ela nos levará para o outro lado. Mas, de repente, vemos que está quebrada ou “falta um pedaço”. 
Mas não é isso. Não é uma pegadinha de Deus. Ela é só um prelúdio, um anúncio, é só pra direcionar. O restante do caminho temos que andar sobre as águas. Entende?! Prosseguir apesar das circunstâncias. Sem ponte pra pisar, apenas águas. 
Mas fique tranquilo, o Espírito de Deus se move sobre a face das águas. 
Quando nosso caminhar está firmado numa Palavra que ELE deu, haverá sustentação. 
Eu sei, assusta. Às vezes parece que não vamos conseguir. Até porque nesse caminhar de Fé, além de muitas vezes ir contra a razão (o natural), sempre há pessoas que irão te observar atentamente, te acharão insana, duvidarão da VOZ do Pai que lhe conduziu. Isso tudo faz o percurso ser dolorido. E está tudo bem. Dói mesmo. Assim como está tudo bem com os outros não acreditarem. Cada um vive uma realidade diferente, uma intimidade com Deus diferente. 
Claro, a gente quer que as pessoas entrem na mesma fé. Mas a direção que Deus dá, muitas vezes, é individual. Então, não exija que o outro que não ouviu a voz de Deus, creia. Porque a fé vem pelo ouvir. E Deus falou com você, não com o outro! E se Deus tentou falar com outras pessoas e elas não ouviram, prossiga assim mesmo. 
Noé não parou de construir a arca porque alguém duvidou. 
José, mesmo preso, não duvidou do que Deus lhe havia dito. 
Isabel gerou João e a incredulidade de Zacarias não impediu o cumprimento da palavra. Às vezes, Deus cala quem não crê até que... 
Apenas continue crendo. Você chegará do outro lado. Já está chegando aliás ... Olhe pra trás! Você já não está no mesmo lugar. Acalme-se. Há destinos que são mais distantes. Gasta-se mais tempo. 

"Olhando firmemente para o Autor e Consumador de nossa fé: Jesus".

segunda-feira, 27 de maio de 2019

Tudo é sagrado.

"Para um homem que vive para Deus, nada é secular, tudo é sagrado"_ C.H.Spurgeon.

Não existe diferença.
A gente não muda nossa identidade de acordo com a ocasião. 
 O “ser de Deus” não é porque leva um nome “cristão”, ou porque falamos Dele. É porque falamos e andamos COM Ele. É DNA, e não “roupagem”. 
Falar de Jesus é natural quando se anda com Ele. E é diferente quando alguém que tem intimidade fala. Não é assim com amigos? Quando você fala de um amigo é diferente de quando alguém distante fala. O conhecimento é mais superficial. Mas a intimidade do Senhor está para aqueles que o temem. 
Busque-O. Aprofunde as raízes. 
Ser filho de Deus é expressado com fluidez e não com imposição. Até porque a Verdade liberta e não “aprisiona” como a religiosidade faz. Mas já deixo claro que a liberdade é ofensiva para uma população escrava. Mesmo assim, prossiga! “Não se submeta novamente a jugo de escravidão”. 
Lembrando que liberdade não tem nada a ver com pecado. Isso são os filhos imaturos que pensam. 
Mas sejamos maduros para reinarmos e manifestarmos o Reino, sem essa de dividir secular e “de igreja”. “O filho imaturo de nada se difere do escravo”. Não basta ser filho ! Temos que ser maduros ! 
“Se vivemos no Espírito , andemos também no Espírito“!🙏🏼

sábado, 25 de maio de 2019

A natureza que me desperta.

A Natureza tem o poder de nos PARAR.🍃❤️ 
Aprecie sem moderação. 
A criação remete ao Criador. 
A riqueza da dinâmica da natureza, suas variações de cores, proporções, tempo... Assim como nós, tão singulares mas completamente pertencentes ao todo, ao coletivo. Tão únicos mas só vivemos nossa plenitude na soma. 
Nossa identidade está indiscutivelmente ligada a Identidade de nosso Pai; portanto, qualquer coisa que esteja fora do DNA Dele e se encontra em nós, isso tem que ser “podado”, é uma distorção. DNA não se muda. 
Que possamos entender a grandeza e realeza de nossa identidade, formada Nele. 
Que possamos ser aquilo que fomos criados pra ser! E aí que está nossa maior satisfação. 
É como uma águia que voa! Ela foi criada pra isso. Qualquer coisa fora disso “amputa” seu propósito. 
Voe!

sábado, 18 de maio de 2019

Seu jardim.

Somos como um jardim. Dia após dia o cenário vai se modificando aqui dentro. 
A grama cresce, as árvores crescem e cada uma, no seu devido tempo, dá seu fruto. 
Algumas árvores dão flores, enfeitam, encantam os olhos dos passantes mas não tem forças suficientes para aguentar as demais estações. Outras demoram a dar frutos. Às vezes por sua espécie mesmo, não é chegado o tempo. Outras porque estão fracas. Aí é preciso cuidar da terra, observar as raízes. 
Algumas áreas em nossas vidas são floridas, outras não. 
É preciso paciência para cultivar e esperar. É preciso cuidado para arrancar as pragas (aqueles comportamentos e escolhas nossas que destroem a harmonia do "jardim"). 
E arrancar essas pragas, às vezes, dá um trabalhão! Porque nos acostumamos e acabamos encontrando beleza até nelas; sendo assim, é desconfortável arrancá-las. Justificamos sua existência. 

Tem gente que deixa o jardim de forma "natural": sem podas, sem cuidados. Chamam isso de liberdade ou "aceitar a natureza". 
Mas pra mim, não existe nada mais natural do que apurar o ouro existente em nós, podar as plantas para que cresçam mais fortes, mais saudáveis. 
Os cuidados são necessários para que as virtudes sejam valorizadas e ganhem destaque. 

Uma hora esse crescimento, essa mudança no jardim alcança uma amplitude tão grande que passa a ser impossível escondê-la. A nova fase quer gritar, anunciar a nova estação! As flores já não se escondem mais. 
E quando essa mudança interna toca tantas "plantas" dentro de nós ao mesmo tempo, há uma mudança na aparência e até mesmo na geografia daquele "lugar" (nós- no caso, eu). A gente quer externar os progressos internos. 


Obs: sim, há pessoas que mudam externamente constantemente em busca de uma mudança interna. Confundem a ordem dos processos. Mas geralmente as mudanças acontecem quando nosso coração pede por transformação ou quando algo já mudou.

terça-feira, 14 de maio de 2019

Conversa secreta.

Há dias que Clara estava exausta. Ter que ser tão rígida, ter atitudes tidas por ela como "duras" a desgastava. Não poder ser doce, não poder ser ela mesma estava exaurindo suas forças.
Mas era necessário. É o que diziam. 
E se a maioria diz que ela precisava dessa mudança, então ela decidiu mudar.
Mas só ela sabia quão dolorido era agir daquela forma, falar sem doçura...
Pra a maioria era um comportamento normal de "adultos", mas Clara tinha suas dúvidas se isso era amadurecer ou endurecer. 
E quando não aguentava mais engolir tanta sequidão, ela se derramava em lágrimas no seu lugar secreto. Eram horas de choro. Às vezes dias.  
Imaginar que ela poderia estar ferindo alguém a machucava. Mas ela não estava! É o que diziam...
Estava agindo como todos agem. 
E no lugar secreto ela perguntava pra Deus, seu grande amigo: 
 - Será que isso é amadurecer? Será que essa é a dor pra crescer? Estou certa ou estou errada?"
E Deus lhe disse:
 -Ah, Clara, você é tão clara! Essa dureza que você quer aparentar, às vezes, não ultrapassa nem a primeira camada! Ok. Seja firme, se posicione como você sempre fez. Seja decidida como sempre foi. Mas não exija de você uma dureza que não te pertence! Isso está te roubando...Simplesmente porque você não é assim, não é sua identidade. Permita-se ser você, até mesmo com aqueles que parecem roubar seu coração. Não seja dura com quem te assalta as emoções. Que culpa ele tem? Volte a ser aquela vulnerável que você sempre foi...  Não é feio sentir, não é feio amar, mesmo aqueles que aparentemente não merecem. Você sempre se pareceu comigo, te ensinei isso desde muito nova, isso de amar sem merecimento... Apenas seja você com sua essência limpa, sem distorções. E me deixe continuar reinando em seu coração. Apenas lembre-se que as boas emoções, sentimentos que coloco em você não podem ser maiores do que você. E fique tranquila, minha filha, eu conheço seu coração. Continue no caminho do amadurecimento, sabendo que crescer não endurece seu coração, pelo contrário, o alarga. 
- Mas estou certa ou errada?
- Essa não é a questão do momento. Não é sobre estar certa ou errada. É sobre ser você como te criei... E na sua identidade crescer sempre. Entende? É sobre SER e não sobre ESTAR... "

domingo, 12 de maio de 2019

Olhe para o futuro com esperança!

Todo mundo sabe que gosto de ler tanto como gosto de escrever. 
Acho rico, riquíssimo o que se pode encontrar dentro de um livro. 
[Claro, há livros que seriam mais interessantes se fossem só folhas em brancos. Mas meu foco não são esses livros.] 
Mas já parou pra pensar como o livro resume nossa existência?
Deus deixou A BÍBLIA pra nós. Nossa história também está ali! 
Nosso nome está escrito no Livro da Vida (os que crêem em Cristo). 
Nossa vida pode ser escrita a cada segundo. Cada escolha nossa é uma página nova. E, às vezes, é preciso virar a página para que a história (a sua, a minha) continue sendo contada. 
Não se arranca páginas de um livro porque as páginas estão interligadas, fazem parte do percurso, mesmo que tenha sido uma história triste, mesmo que tenha te causado dor. 
Apenas vire a folha. E comece um novo parágrafo. 
Eu sei, dói, a gente se apega, muitas vezes, à algumas páginas, capítulos dentro da História. Mas acredite de alguma forma Deus vai usar aquele sua página ruim em seu favor, porque está escrito NO LIVRO DELE (que é incontestável) que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que O amam". 
Use aquela página como testemunho, como mola pra te impulsionar, são cicatrizes de uma batalha vencida! Sim, você venceu! Afinal, continua aqui escrevendo seus dias. 
Não é "jargão", mas as batalhas que enfrentamos nos treinam, fortalecem nossos músculos (espirituais e emocionais). 
Mas pra isso é preciso lutar! Se você desistir ou se apegar àquele momento, sua vida pode estacionar. 
Encare aquela "escrita torta" que teve em seu livro e, se possível, olhe com AMOR. Afinal, apesar de tudo, faz parte da SUA HISTÓRIA. 
Coloque Deus como seu "co-Autor". Na verdade, ELE já escreveu a seu respeito. Busque saber o que ELE escreveu e apenas "assine embaixo". Porque a Vontade Dele é BOA, PERFEITA E AGRADÁVEL. 
Ame a sua história a ponto de olhar pra trás com paz, o agora com leveza e o futuro com UMA CERTEZA: "Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram, nem jamais penetrou em coração humano o que Deus tem preparado para aqueles que o amam".