segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Como está seu copo? Agora temos 3 opções.



E antes que distorçam a imagem...
Não é uma questão de falta de empatia pelo copo, é uma questão de IDENTIDADE PERDIDA.
Se sabemos quem somos, a ofensa não acha espaço.
Claro, não estou falando de quando há desrespeito.
Estou falando que pra quem não sabe quem é, tudo vira ofensa.

Tem faltado humor e leveza na visão de mundo da maioria.
Tem faltado olhar o outro com luz, com amor e absolvição.
Quando me falam coisas estranhas, eu penso "eu devo ter entendido mal, essa pessoa se expressou mal, eu sei que ela não é má." 
Falta o tal olhar de amor muito pregado mas só praticado quando convém.
Diante de palavras duras, diante de coisas que lhe pareçam ofensivas, olhe de novo e dessa vez, com amor. A absolvição não deve ser seletiva.
E aqui não estou entrando na parte da justiça. "À Cesar, o que é de Cesar". Cometeu crime? A consequência natural vem. Mas não nomeie crime aquilo que é apenas uma visão de sua alma ferida. 

Beijos
Que haja mais amor, mais luz, mais clareza! 

sábado, 22 de setembro de 2018

Construa-SE.

A vida é uma sucessão de "de repentes". 
De repente, acontece algo e nos deixa felizes. 
De repente, algo NÃO acontece e nos entristece. 
De repente, alguém fala algo e nos faz sonhar. 
De repente, alguém se cala e entramos num pesadelo. 

Percebe? Não é o "Sim ou o Não" que nos afeta (ou tem o poder de nos afetar), é o DE REPENTE. 
Porque a gente quer programar a vida, a gente quer controlar, dominar, prever. 
A gente acha que a vida é um JOGO e que as fases são previsíveis. 
Mas se a encaramos assim, acabamos dando "GAME OVER" na vida e ela fica chata, sem graça, sem propósito, embora bem "segura", afinal está falsamente "sob nosso controle". 
Claro, planos são importantes, mas "a resposta certa vem do Senhor"
É essencial que a gente SE construa, se prepare, mas estou falando de você e de mim e não de nosso contexto, entende?
 Estou falando de SE CONSTRUIR POR DENTRO. Porque se nos edificamos, podemos ir a qualquer lugar que seremos porto seguro. Entende? Nós nos tornamos o porto seguro e não a situação, não a cidade, não "outra pessoa". E só nos tornamos esse porto seguro se em nós habitar Aquele que acalma qualquer tempestade : Jesus. 
É interessante que a vida proposta por Deus é uma desconstrução externa e uma construção interna. 
É "firmar-se" no invisível. É loucura para alguns. Pra mim, é o único jeito! 
Porque "o Vento sopra aonde quer, OUVES A TUA VOZ, assim é todo Aquele que é nascido de Deus"
Se o Vento soprar e estivermos pesados, programados, alicerçados em planos, acabamos não nos submetendo ao "soprar" Dele. 
Que possamos ousar ouvir o DE REPENTE, e mais, que possamos SABER COMO REAGIR ao sopro. 
Construa-se, edifique-se, amadureça, mas sempre permita-se ser guiado(a) pelo Pai. Porque o Reino dos Céus pertence aos FILHOS (às crianças dependentes Dele).

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

O absurdo da verdade!

🍃🌸🍃 

É na singeleza que está o absurdo da vida. 
Detalhes de nossas impressões digitais que nos revelam, revelam nosso DNA. 
Por detrás dos entulhos grita um EU desconhecido e abafado. 
É tanta maquiagem na cara e na alma que virou fantasia. E de repente, o mundo virou um carnaval sem fim. E quem é de verdade assusta quem vive na mentira. 
A autenticidade é criticada. "Você só pode ser livre se encaixar-se no que acredito e defendo"_dizem. Aí não é liberdade, é controle, escravidão disfarçada. 
Se a verdade fosse aplaudida, teríamos mais GENTE e menos fantoches com discursos de liberdade. Ouse ser você. 
Mas primeiramente SAIBA QUEM VOCÊ É. Você tem o DNA do Pai, do Rei. 
Conheça sua Origem pra saber quem é. Saiba como funciona o Reino a qual vc pertence. Leia a Bíblia. 
Converse com seu Criador e Pai. Jesus é nossa referência. 

Por um mundo mais livre, inclusive de preceitos errados e mentiras! 
O que é mentira? O que se opõe à Verdade. E o que é a Verdade? Jesus! Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida! 


Beijos 
Com Amor...

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Fale da sua grama ao invés de tacar fogo na grama alheia!

Já viu aquele povo que ao invés de falar bem da própria grama, fala mal da grama dos outros? 
Vemos isso constantemente- INFELIZMENTE! 
Pra pessoa sentir-se bem, ela tenta diminuir o outro, mesmo que seja inventando, dando sua visão doentia das coisas, tenta contaminar e tal. 

Sua grama é boa? Use-a, desfrute-a, fale dela! 
Pra você ser bonito, o outro não tem que ser feio. Pra você ser inteligente, o outro não tem que ser burro. A vida não é uma competição. As coisas não são inversamente proporcionais. 

Cadê a galerinha do "mais amor, por favor?" O "mais amor" é só pra quem é seu espelho?

Nesse momento político temos visto bastante a maturidade emocional de cada um. É interessante que cada situação na vida expõe nosso íntimo, expõe como lidamos com nossas emoções. Não estou falando de escolhas, mas em como lidamos com as escolhas dos outros. 
Use essa exposição pra SE TRATAR, se curar. 
Você tem agido assim? Reflita. 

Não concorda com o candidato "tal"? Defenda quem você acredita sem atacar o outro. Ou o que você acredita tem poucas virtudes que possam prender a atenção de alguém? 

Cadê o respeito tão pregado e exigido? 


Beijos 
Com Amor..

domingo, 16 de setembro de 2018

Voltar atrás não é feio. Feio é se enganar.

Atenção: excesso da palavra "amor" no texto.

Tem história de amor que antes de virar amor tem que ter muita história. Porque o amor assusta e a história cria um caminho de segurança.
No caminho dos lógicos, o amor precisa ser justificado e, mesmo que a admiração e o sentimento existam desde o início, há entulhos demais por cima que impedem essa manifestação. Então é preciso desentulhar, desarmar para amar.

Tem gente que é aberto pra se relacionar desde que não toque sua alma.
Tem gente que diz amar, mesmo que o amor seja calculado.
[Sinceramente, nunca vi amor amorrrrr calculado]
Interessante como é fácil dizer que ama quando não se ama. Parece que o amor fingido não nos rouba o fôlego nem as palavras. 
Por favor, não estou dizendo que fingimos de propósito. Fingimos porque queremos amar, porque é lindo amar, é uma necessidade humana, mas ao mesmo tempo, amar nos descontrola. Então, declaramos amor por quem não nos rouba o chão, por quem não nos tem na mão.
Eu sempre senti muito peso na palavra AMOR. Dizer "eu te amo" para um homem - assim como ouvir- sempre foi algo muito forte pra mim.
Amor é coisa séria, mas ao mesmo tempo tem que ser leve!
Mas como algo é leve se temos tanto medo da entrega? Se retemos-o, pesa.

Tiram a poesia do Amor, querem dissertações. 
Maquiam a paixão, acrescentam o tesão e nomeiam-o com o mais alto grau de sentimento.
Procuram uma inspiração, mesmo que irreal, inventada!
Porém, diante de uma possibilidade real de amar, temem e se boicotam.
Auto-conspiração constante. Afinal, estar no controle excessivo da vida, nos faz perder a liberdade de viver. 
Domínio próprio é bom, é fruto do Espírito. Controle é obra do medo. A diferença está na origem, na intenção. E a consequência pode ser liberdade ou escravidão.
Ahhh, essa auto-conspiração... Tão presente em nós, mas é de forma inconsciente. Não percebemos o óbvio! O mundo inteiro percebe, pergunta, capta e a gente nega, duvida, foge.
Mas e se o boicote dá certo? Se a gente aceita o "mais ou menos", o "morno" mesmo sabendo que nosso coração chama outro nome?
O que fazer? Honra a pessoa que faz parte do auto-boicote ou honra o amor?
Cuida do outro ou cuida de si?
"Não posso fazer isso com ela(ele), abandoná-la(o)" mas posso ME abandonar?
Sim, isso é abandonar-se.
Mas aí a gente tenta se convencer e "SE" diz: "Ah, mas está bom".

Não seria mais honroso com o outro ser verdadeiro mesmo que doa?
Mas e nosso orgulho, o que fazemos com ele? Assumir que erramos, que nos equivocamos?
E agora?
Perguntas tão simples de se responder quando se é HONESTO consigo. 
Essas perguntas não deveriam nos perturbar. O que deveria nos perturbar é o orgulho, a covardia.
Voltar atrás não é feio. Feio é se enganar.



terça-feira, 11 de setembro de 2018

Nas águas turbulentas Deus te sustenta e seus inimigos não sabem nadar. Confie.

Alguns períodos são tensos, complicados, tentamos entender os caminhos de Deus (para os que estão trilhando o caminho proposto por Ele, claro). 
E mesmo agindo em fé buscamos uma lógica natural. Mesmo sabendo que os caminhos Dele são mais altos, esperamos uma razão óbvia pra tudo aquilo. Não dá. Se escolhemos o caminho de Deus, precisamos buscar o OLHAR DELE. "Coisas espirituais se discernem espiritualmente". 
Fico pensando no povo que saiu do Egito com a promessa da libertação da escravidão. Saíram do Egito, gente! Já foram libertos MAS ainda havia um caminho a percorrer para que o "Egito" saísse deles. Havia um caminho até que chegassem à Terra Prometida. Mas custava ficar feliz porque estavam livres? 
Às vezes perdemos os milagres do AGORA porque esperamos o AMANHÃ. Eu falo por mim ! 
Se você não está entendendo o percurso, apenas decida CONFIAR Naquele que te guia. 
E se não está entendendo, talvez seja porque esteja com os olhos voltados pra si ou para o "natural". Deus trabalha de forma sobrenatural! Ele nos propõe o deserto para que a gente se transforme e então o transforme, e faça florescer no meio do nada, que nasça rio no ermo! 

Li uma frase e gostei muito: 
"Deus, por que o Senhor está me levando através de águas turbulentas?" 
Ele respondeu: "Porque seus inimigos não podem nadar". 

Ouça o que Deus te disse. Não duvide. Confie. 
E se você entrou em meio à águas turbulentas devido às suas escolhas, e não direções Dele, busque-O. Ele sempre está pronto a nos socorrer, inclusive de nós mesmos. 

Beijos 
Com Amor...

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Você é joio ou trigo?

Junto do trigo sempre está o joio. A diferença é que quando crescem, o trigo se curva (diante do único que É-DEUS) e o joio permanece de pé achando que é alguma coisa.



(escrito em 2011)