sexta-feira, 19 de abril de 2019

"Bird Box" real.

Acredite, só fui assistir Bird Box hoje! 
 Geralmente deixo a poeira abaixar, espero pra ver os resultados, as consequências de algo para então ver. (cada um com suas maluquices) 

Que filme tenso, denso, real (falo da realidade espiritual). 
É impressionante como podemos encontrar várias lições nele! 
O sistema desse mundo está o tempo inteiro - e aqui não estou exagerando, é inteiro mesmo- querendo que a gente "enxergue", que a gente ouça a voz do príncipe desse mundo, alegando que será melhor para nós, que é necessário. 
Querem nos fazer acreditar que aquelas vozes são verdadeiras. 
Que vozes? Voz do medo, da mentira, dos padrões invertidos, ... Vozes que vão contra o que Deus nos diz. Vozes que falam que a solidão é boa. Entenda, não estou dizendo que ter seu tempo a sós é ruim, mas ter tempo a sós é diferente de "se isolar". 
A televisão, as universidades, as artes (muitas vezes muito mal usadas) querem nos empurrar para uma linha de pensamento que nos escraviza, mas fingindo ser liberdade. 
E de repente, se não vigiarmos, nos tornamos reféns do medo, e vivemos tensos, preocupados. 
O que fazer? 
Ora, como no filme, é necessário usar vendas nos olhos. Digo, fechar os olhos, treinar os ouvidos, fortalecer a mente para não sermos "presas tão fáceis". 
Eu falo isso constantemente, mas vou reforçar. 
Escolha aquilo que você assiste e ouve. "Ah, é arte, é notícia..." 
Pare. Pense. 
Somos aquilo que alimentamos. 
Você não é qualquer coisa. Você é filho(a) do Rei. Precisamos ter mentalidade do Reino. 
 Sua alma (emoções) toma a forma do que você a alimenta. E assim, guia sua mente (vontade) baseado naquilo que está sentindo. Mas sentimentos podem não ser reais. Entenda. Eles podem ser fruto de interpretações erradas nossas, podem ser fruto de mentiras que acreditamos. 
 Portanto, cuide de você. Podem te chamar de alienado, mas a verdade é que viver fora do padrão imposto é loucura para a maioria. 
Viver na Fé e por Fé (e não por vista, como no filme) é um desafio. Mas é o meio do justo viver. "O justo viverá por fé"
Se o que vemos não tem nos edificado, precisamos reavaliar o que temos visto. 
Alimente seu espírito. Você não é só corpo e alma. Você tem um espírito que anseia se conectar com Seu Pai (Deus).


Beijos 
Com Amor...
Por nós. Para nós.

terça-feira, 2 de abril de 2019

Daqui a pouco...

Às vezes tentam calar sua voz.
Entulhar sua doçura.
Parece que a poesia foi enterrada viva junto com a admiração que morreu.
Então você se sente sufocada por tantas palavras atravessadas na garganta, enquanto
outras tantas (palavras) cravam seu peito.
Nesse momento parece a morte da poesia dentro da gente.

Há uma necessidade de falar mas já não existem palavras.
Agora só letras soltas que parecem não fazer muito sentido, como todo o resto.
Expressar-se, expressar-nos é um direito adquirido, é uma liberdade conquistada às custas de muitas lutas internas e históricas.
Mas e agora, com a morte da poesia? Vira só prosa?
Tem hora que a vida é prosa, sim. Mas tem hora que é poesia! 
Ainda bem que a poesia é lúdica, habita num mundo paralelo e lá ela não morre, só adormece.
Daqui a pouco ela desperta novamente.
Daqui a pouco...

sexta-feira, 29 de março de 2019

"O Vento sopra aonde quer". OUVES A TUA VOZ????

Tantas coisas acontecem e, desatentos, não percebemos. 
O vento sopra e não o vemos. Desacreditar no vento então? Não! Ouvi-LO. 
"O vento sopra aonde quer, OUVES A TUA VOZ. Assim é todo aquele que é nascido de Deus". 

Sabe, muitas vezes, quando somos guiados pelo Vento (Deus) não temos algumas explicações, não temos respostas óbvias, temos apenas uma DIREÇÃO. 
Como compartilhar esse momentos num mundo tão ligado ao palpável, a números, a obviedades visíveis (falo "visíveis" porque o óbvio pra mim caminha no âmbito espiritual)? 
De repente, Deus dá uma direção que parece absurda ou inútil. Aí você pode se perguntar "pra quê, Deus? Por que esperar?" ou "esse caminho, certeza?". 
As dúvidas surgem quando firmamos nossos olhos na lógica terrena. Mas, querido(a), somos de outro Reino (reino dos Céus). 
Aos olhos dos discípulos, não teria motivo pra Jesus passar por Samaria (Jo 4). Mas JESUS, completamente conectado com seu Pai (Deus), sabia que aquele caminho era necessário e lá foi ele. 
Deus nos dá direções e esperamos que isso tenha uma consequência diretamente em nós ou para nós, mas, muitas vezes não tem a ver com você ou comigo, tem a ver com o outro. É para que a gente sirva o outro, alimente alguém, mude o destino de alguém. 
Outras vezes é simplesmente para que se "cumpra a profecia", para cumprir o caminho profético que nos foi desenhado. 
Cada um tem seu caminho profético e quando submetemos nossa vontade à Vontade do Rei, seguimos esse caminho profético. E nessa nossa submissão, Deus é honrado. 
Por isso, atente-se, se Deus te deu uma direção e você não entendeu, aguarde. Lá na frente vai fazer sentido mesmo que pareça não ter alterado sua vida ou pareça ter te prejudicado. 
E se Deus alterou uma rota para abençoar alguém, sinta-se extremamente honrado por tal missão. 
"Melhor é dar do que receber". Até porque só dá quem tem, e só tem quem recebeu do Alto. Porque "toda boa dádiva vem do Alto, do Pai das luzes".

E lembre-se, pode não ser sobre você, pode não ser sobre mim, mas tenha certeza, tudo é sobre ELE.

"Quem só vê o que falta, na falta fica"_L.Gasparetto.

Como estamos lidando com a vida? 
Enxergamos apenas o que falta nas pessoas, na igreja, no trabalho, no mundo? 
Se enxergarmos apenas o que falta, pesamos o outro; acabamos colocando um fardo sobre o outro por não se encaixar em nossas exigências. E pior, o outro se torna insuficiente, e nós corremos o risco de nos tornarmos arrogantes e sem percebermos. 
Se só vemos o que falta na igreja, deixamos de receber, e até de perceber a Presença de Deus. 
Se enxergarmos apenas o que falta no trabalho, entramos num ciclo sem fim onde não existe um “concluir” de etapas, e assim, adiamos a nova etapa. 
Às vezes a “falta” é só uma questão de ponto de vista. 
Para os fariseus “faltava” luxo e “sagrado” no contexto do nascimento de Jesus. 
Para os espias da Terra Prometida faltava “facilidades”, afinal, na cabeça deles “se Deus direcionou, não deveria haver gigantes na Terra Prometida”. 
Não estou reforçando um pensamento de conformismo. Não é isso. É apenas para termos o coração grato e enxergarmos além do óbvio. 
Onde há a “falta”, onde se foge do padrão, pode abundar milagres. 
Onde há vale de ossos secos, pode haver um exército. 
Onde há um mar na nossa frente -como com Moisés- pode haver A Saída. 
Deus opera nos diversos cenários, inclusive na falta. 
Redirecionemos o olhar. 
Foquemos no que temos. 
Foquemos nas virtudes dos outros e não nas “faltas”. 
Foquemos Naquele que é Perfeito. Só Ele é suficiente. Assim cobriremos melhor as “faltas” que percebemos. Sim, percebemos as “faltas”, elas apenas não devem direcionar nossas escolhas. . . . 

Pra mim. Pra você. Por nós.

Sejamos portadores de BOAS NOVAS!

Sejamos portadores de BOAS NOVAS! 
Cada um de nós é um mensageiro. 
Que tipo de mensagem você tem disseminado? 
Que tipo de sentimento você tem despertado? 
Você promove coisas boas ou ajuda o mundo a se tornar mais pesado? 
Não consertamos o mundo emponderando “defeitos” ou coisas que não concordamos. 
Não melhoramos o mundo apontando os sintomas de uma enfermidade. Transformamos o mundo tornando-o mais leve, exaltando virtudes, sendo cura, apontando pra Luz e não para as trevas. 
A revolta com más notícias nunca nos fará transforma-las em boas. Mas, sim, nosso posicionamento em fazermos diferente, em sermos diferentes. 
Não coloque em foco aquilo que nos fere, aquilo que fere nossa humanidade.
Foquemos naquilo que é cura, naquilo que é Bom, naquilo que é Luz. 
Foquemos em Cristo.

Pare para ouvir os que te amam.

Todo conhecimento do mundo não nos torna sábios. 
Toda lei do mundo não nos torna justos. 
Que Deus nos livre de sermos como os fariseus da Bíblia, que aos seus próprios olhos eram bons, justos mas endureciam o coração ao ouvir a Verdade de Deus que, muitas vezes, confrontava suas realidades, suas motivações. 
A Palavra de Deus diz que nossos atos de justiça são como trapos de imundície. Ou seja, diante Dele não valem nada. 
Isso não significa que não devemos ter boas ações, sermos justos e tal. Isso apenas quer dizer que nossas boas ações não são a CAUSA de sermos justos, são CONSEQUÊNCIA por sermos JUSTIFICADOS por Cristo. Por entrarmos na identidade de Cristo, nossas ações vão se alinhando a ELE. 
Deus busca verdade, sinceridade de coração perante ELE e perante os outros. 
Muitas vezes achamos que estamos sendo honestos, nos enganamos pois "o deus desse século nos cegou o entendimento". 
Precisamos ter amigos onde somos DE VERDADE, onde não deixamos nenhuma gaveta trancada. Pois são essas gavetas trancadas (que tanto ignoramos a existência) que nos rouba bênçãos, percepções, crescimento... 
Muitas vezes, o que é imperceptível para nós, é gritante ao nosso amigo. Por isso, é importante ouvirmos alguns amigos, saber o que eles têm a dizer. Ouvir aqueles que andam com a gente e conhecem nossas fraquezas. Eles podem não estar certos, mas se há um número considerável de pessoas que enxergam algo em nós, é bom pararmos para refletir. 
Jesus perguntou aos discípulos : "e vocês, quem pensam que sou?", e Pedro respondeu: "Tu és o CRISTO, o filho do Deus vivo." 
Ele não queria saber o que a multidão pensava, ELE queria saber como seus íntimos o enxergavam. 
Não estou dizendo que nossa identidade é firmada pelo outro, pelo o que o outro pensa ou vê. Estou dizendo que é sábio não nos isolarmos em nós mesmos e que o crescimento vem do relacionamento verdadeiro, sem máscaras, sem medos. E pra isso é preciso humildade e certeza do amor dos outros por nós. 
Não ouça qualquer pessoa, mas estejamos atentos aos mínimos sinais que damos e/ou recebemos. 
A Palavra diz: "Aquele que se isola busca satisfazer seu próprio interesse; ele se insurge contra toda sabedoria. O tolo não tem prazer no entendimento, mas sim em expor os seus pensamentos." _Provérbios 18:1, 2 

Às vezes temos áreas resolvidas em nós que são admiráveis, e que bom por isso! Mas Deus quer nos restaurar por inteiro, ELE nos quer PLENOS! 
Quando a verdade vem, não é para nos expor, é pra nos libertar, é pra nos fazer voar mais alto! 

Beijos 
Com Amor... 
Pra nós. Por nós.


https://www.facebook.com/re.marra/videos/2054601684577416/?fref=nf&__tn__=%2Cdm-R-R&eid=ARDfrWZrgn2N9sXqSHfJqt4ZHuLjtz_Ca95KXt-IOWem6PgwjxNquVqKtx53mhh-tJG6fHXmVj2AlOh5

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Sua casa em mim.

Não sei se por instinto de sobrevivência ou por pura poesia, minha imaginação criou uma casa para que você possa habitar.
E nos dias que não te vejo, não falo com você como eu gostaria, recorro à sua casa aqui dentro pra aliviar a saudade.
E lá te vejo, te ouço e quase te sinto.
Confesso que o "quase sentir" me causa uma mistura de sentimentos. Acalma e ao mesmo tempo desperta.
Quando acalma, penso que ter uma casa sua dentro de mim foi uma atitude de meu instinto de sobrevivência. 
Não que eu dependa disso para viver, mas com você habitando aqui dentro, a vida fica mais gostosa, mais convidativa...
Mas quando esse "quase sentir" me desperta... Vira poesia. E quando a poesia escancara a falta, às vezes, dói.